Sinopse

Nova criação de Olga Roriz para a Companhia Nacional de Bailado, inserida nas comemorações do centenário de José Saramago.


DESTE MUNDO E DO OUTRO

“Uma ave cor de fogo passa. O sino cala-se. E eu sacudo as mãos molhadas do tempo, levando-as até aos olhos – as minhas mãos de hoje, com que prendo a vida e a verdade desta hora.”

Deste mundo e do outro, é o título de um dos livros de José Saramago, escrito numa altura em que o autor era aparentemente “apenas” um jornalista.

“Um homem que vivia fora do muro da cidade. E a cidade era ele próprio.”

Composto por 221 crónicas escritas e publicadas, pela primeira vez, no jornal A Capital entre 1968 e 1969.

“A história das pessoas é feita de lágrimas, alguns sorrisos, umas tantas pequenas alegrias e uma grande dor final.”

A concisão e o mundo que contém cada uma das histórias revela desde logo o génio do escritor. A sua simplicidade profunda. A sua enorme inspiração.

“A vida é breve, mas cabe nela muito mais do que somos capazes de viver.”

A 16 de Novembro de 1922 nasce José Saramago, 100 anos depois temos uma herança maior, as suas palavras, o seu mundo, a sua visão feita pensamento, sentir, emoção.

Olga Roriz

Excertos do livro Deste mundo e do outro de José Saramago 

Setembro 21

Ficha Técnica

Olga Roriz Direção
Olga Roriz e João RapozoConcepção da banda Sonora
Pedro Santiago Cal Cenografia
Cristina PiedadeDesenho de luz
João RapozoEdição de som
José SaramagoTextos
Beatriz Dias, Yonel Serrano, Marta LobatoAssistência à criação e ensaios
Companhia Nacional de BailadoProdução

Elencos

Bailarinos CNBInterpretação

Ensaio Geral Solidário

Através de um donativo a partir de 12 euros tem direito a um convite para assistir ao Ensaio Geral Solidário de Deste Mundo e do Outro, no dia 22 de junho de 2022, às 20h, no Teatro Camões, em Lisboa.

Ao contribuir para esta causa, será entregue um recibo de donativo, ao abrigo da Lei do Mecenato, para efeitos de dedução fiscal.

Saiba mais aqui.


SOBRE O ENSAIO GERAL SOLIDÁRIO

O Ensaio Geral Solidário — EGS — é uma iniciativa inédita da CNB iniciada em 2011 por Luís Moreira, ex-bailarino da Companhia, e que tem sido realizada praticamente em todos os ensaios gerais da CNB. Em cada espetáculo, apresentado no Teatro Camões, a CNB oferece o ensaio geral a instituições de solidariedade social, proporcionando não só um momento de união entre os públicos e as causas sociais como as condições necessárias à angariação de fundos que ajudem as instituições a alcançar os seus objetivos.

A ligação da cultura à solidariedade, a mobilização da sociedade civil em torno de causas sociais e os resultados obtidos nos últimos anos dão-nos a certeza que este é um projeto que faz sentido continuar a desenvolver. Ao longo de dez anos, apoiámos mais de uma centena de instituições que têm escolhido a CNB para sua companhia nas causas solidárias em torno da dança.